Shading levels and substrates on quality of rose apple seedlings

Geany Giovana Silva da Costa, Josiane Souza Salles, Eliamara Marques da Silva, Edilson Costa, Alexandre Henrique Freitas de Lima, Flávio Ferreira da Sllva Binotti, Tiago Zoz, Andreia Froés Galuci Oliveira de Souza

Abstract


Estudos sobre a formação de mudas de árvores frutíferas fornecem informações que auxiliam no sistema de produção das espécies. O objetivo foi avaliar os efeitos dos níveis de sombreamento e substratos na formação de mudas de macieira. Foram avaliados ambientes com níveis de sombreamento 0 (luz solar total), 18, 35 e 50%. Quatro substratos alternativos das combinações de solo, esterco bovino, Bioplant ®, areia fina e vermiculita superfina foram utilizadas. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado para avaliar os substratos, com cinco repetições de cinco mudas e, como não havia repetições dos ambientes de cultivo, foi realizada uma análise conjunta, permitindo a comparação dos ambientes de produção de mudas. Mudas de macieira produzidas em ambientes protegidos apresentaram maior altura, diâmetro e massa seca. Os substratos com maior porcentagem de esterco bovino resultaram em maior taxa de crescimento das mudas. A produção de mudas de maçã rosa sob luz solar total não é viável. Assim, o ambiente de produção com 35% de sombreamento associado ao substrato consiste em 0% de solo + 45% de esterco bovino + 20% de Bioplant ® + 20% de areia fina + 15% de vermiculita superfina devem ser recomendados para a produção de mudas de maçã.

Full Text:

PDF